Como juntar os primeiros R$ 100 mil – Passo a Passo

Ao longo desse artigo, eu vou te mostrar como você pode juntar os seus primeiros cem mil reais de uma forma inteligente. Por isso, se você está no foco de juntar os primeiros cem mil, mas ainda não sabe como começar, este vídeo foi feito para você.

Então, para quem está querendo juntar um dinheiro, eu tenho certeza que este artigo vai ajudar muito – por isso, leia até o final.

SO LET’S ROCK 🤘

Metas

Antes de realmente te mostrar um plano de ação prático para que você consiga juntar os seus primeiros cem mil reais, eu quero falar um pouco sobre a parte de metas.

Hoje, eu vejo muita gente que sonha em juntar um dinheiro, mas não tem uma meta clara. Pode não parecer, mas no momento em que você não tem uma meta, dificilmente você vai conseguir crescer.

O grande ponto da meta é que ela cria um senso de urgência em você. Então, quando você não tem uma meta estabelecida, você fica sem um propósito claro. Por isso, eu acredito que ter uma meta é o primeiro passo para você conseguir alcançar um objetivo.

Aqui nesse artigo, eu vou falar mais especificamente para quem quer juntar cem mil reais, que é um marco muito importante, mas as dicas servirão para qualquer meta financeira, seja superior ou inferior a esse valor.

Por sinal, uma das coisas que você tem que ter em mente antes de continuar lendo este conteúdo, é se você está apto a atingir a meta dos cem mil. Para quem só tem mil reais, por exemplo, talvez cem mil não seja uma boa meta para começar. Eu falo isso porque o interessante da meta é que ela consiga servir como um marco.

Então imagine que, para ir de mil reais até cem mil você leve 3 anos. Você ficará três anos sem bater uma meta. Em muitos casos, isso pode acabar afetando o seu mindset.

A minha recomendação é que, se você tem menos de cinco mil, a sua meta seja de juntar dez mil reais. Isso já servirá como um grande checkpoint.

Para quem já tem dez mil, a meta pode ser juntar 20, e por aí vai… O interessante é que você comece colocando metas que podem ser atingidas no curto prazo, depois no médio e, no final, no longo prazo.

Agora, para que você entenda melhor, vamos para o passo a passo para você conseguir juntar cem mil reais:

 

1. Passo – Consciência Financeira

Independente do valor que você queira juntar, a primeira coisa que você precisa ter é a consciência financeira. Isso é a base para que você consiga progredir para os próximos passos.

Quando eu falo em consciência financeira, estou me referindo ao fato de você entender qual é a sua realidade atual. Aqui, é muito importante que você tenha uma noção exata do quanto você está ganhando por mês e do quanto você está gastando.

Como eu já mencionei em outros vídeos sobre gestão financeira que temos no canal do YouTube (se você ainda não conhece acesse clicando aqui), ter esse controle das finanças básicas é o primeiro passo para quem quer começar a acumular um certo patrimônio.

Não adianta você achar que conseguirá crescer o seu patrimônio sem antes ter noção desses princípios básicos.

Mas aí você pode estar pensando: “ah, mas Wagner, eu já tenho uma ideia de quanto ganho e de quanto gasto, não gosto de colocar tudo na ponta do lápis.

Independente de qual seja a sua profissão, é muito importante que você tenha um controle preciso de quanto você gasta por mês e do quanto você ganha. Tendo isso em mente, você vai conseguir controlar melhor as suas finanças e realmente “tomar as rédias” da sua vida financeira.

Uma boa forma de gerenciar isso é por meio de uma planilha – onde você vai registrar todos os seus ganhos e gastos.

 

2. Passo – Ativos

No segundo passo, é muito importante que você faça uma análise precisa dos ativos que você tem.

Para quem ainda não está familiarizado com esse termo, ativo é tudo aquilo que bota dinheiro no seu bolso. Então, se além do seu salário você tem um apartamento que te gera aluguel ou até mesmo investimentos que trazem dividendos, você deve considera-los.

Para saber em quanto tempo você conseguirá juntar os seus primeiros cem mil, é importante que você veja o quanto você está ganhando hoje. Além disso, também é muito importante que você veja como aumentar as suas fontes de rendas – isso fará com que você tenha mais dinheiro no final do mês e, consequentemente, consiga aportar mais.

 

3. Passo – Passivos

Da mesma forma que acontecem com os ativos, é muito importante que você fique de olho nos passivos.

O passivo é tudo que tira dinheiro do seu bolso. Então, na sua conta, é importante que você veja também todos os gastos que você tem no mês.

Eu sei que isso é algo básico, mas você vai perceber que essa parte é fundamental para que você consiga começar a juntar dinheiro e alcançar as suas metas.

 

4. Passo – Metas de Curto Prazo

Assim como eu te falei no começo desse conteúdo, é muito importante que você comece com metas de curto prazo, antes de iniciar com uma grande meta.

Começando por metas menores, a chance de você se frustrar e desistir são baixas. Por isso, a melhor coisa que você pode fazer é criar metas de curto prazo. Aqui, o nosso grande objetivo é chegar nos cem mil, mas até lá, podemos traçar pequenos checkpoints para que você vá se motivando ao longo do processo.

Por incrível que pareça, uma das maiores dificuldades das pessoas está exatamente no fato de se manterem motivadas ao longo do processo.

Se você já tentou juntar dinheiro antes, mas não conseguiu, é bem provável que você tenha desistido porque ficou desestimulado, porque achou que teria algo melhor a se fazer com o dinheiro ou porque realmente precisou.

Sobre a questão da falta de estímulo, podemos superá-la criando essas pequenas metas. Já para a questão da necessidade, a nossa recomendação é que você crie uma reserva de emergência.

Não vou me aprofundar muito nesse tema, mas aqui no canal eu tenho um vídeo completo mostrando como você pode montar a sua reserva de emergência. Depois, recomendo que você dê uma olhada.

 

5. Passo – Investimentos

O quinto e mais importante passo é o dos investimentos. Se você só gastar menos do que ganha e juntar aquele dinheiro, você vai conseguir atingir as suas metas, mas vai levar muito mais tempo. Agora, se você pegar o dinheiro que sobra no final do mês e investir, as chances de você atingir mais rápido os seus objetivos são muito altas.

Mas antes, eu quero te explicar um pouco sobre a base do pensamento para chegar nos cem mil ou no objetivo que você estipulou. Como eu já adiantei, aqui, para que você consiga juntar dinheiro, você vai precisar ter menos passivos do que ativos. Na prática, isso quer dizer que você vai precisar gastar menos do que ganha.

Então, se o seu salário é de dois mil reais, por exemplo, você precisa gastar menos que isso. Entre as suas saídas, é importante que você coloque os seus investimentos. Considerar o aporte mensal como um gasto indispensável é uma ótima forma de fazer com que você sempre invista.

Assim como as suas contas de água, luz, internet… você precisa criar o hábito de todo mês pegar um determinado valor e investir, independente do que aconteça.

Agora vem um ponto importante: se você quer juntar cem mil para comprar algum imóvel ou outra coisa que você queira, eu recomendo que você deixe esse dinheiro em um lugar mais seguro, onde tem menos riscos, mas com uma taxa de retorno menor.

Porém, se você sonha em ter cem mil como uma meta de patrimônio, realmente focando em fazer o montante crescer cada vez mais, com uma visão de longo prazo – talvez seja interessante que você invista assumindo um risco maior.

Entendendo isso, para quem quer algo mais seguro, sem tanto risco, investimentos em renda fixa podem ser boas opções. Se a sua meta for muito de curto prazo, na minha visão, o melhor é deixar em algum CDB de Liquidez Diária.

Mas se seu objetivo é mais pro longo prazo, talvez um investimento em renda fixa pré-fixado se adapte mais.

Agora, para quem quer assumir um risco maior, talvez comprar ações e fundos imobiliários sejam uma boa opção. Mas tudo vai depender do seu perfil.

O mais importante é que você invista de forma consciente e de acordo com os seus objetivos.

Só para você ter uma ideia, se formos ver, uma pessoa que consegue guardar mil reais por mês e sonha em chegar nos cem mil levará cerca de 100 meses para atingir o objetivo.

Agora, se essa mesma pessoa, guardando mil reais por mês, conseguir investir com uma taxa de retorno de apenas 7% ao ano – em 80 meses ela conseguirá chegar em 105 mil reais.

Perceba que, apenas ao investir, você consegue economizar quase 20 meses, o que dá quase dois anos.

Se a pessoa conseguir investir com uma rentabilidade maior, como 10% ao ano, por exemplo, em 75 meses ela já vai conseguir atingir o objetivo.

Mas aí você pode estar perguntando: “mas como vou começar a investir?”.

Bom, aqui no canal, temos vários conteúdos falando sobre como você pode começar a investir, recomendamos que você dê uma olhada e veja quais os tipos de investimentos mais se encaixam com o seu perfil.

Bom, por hoje eu vou ficando por aqui. Espero que este conteúdo tenha lhe ajudado a planejar a sua estratégia para chegar nos rimeiros R$ 100 mil reais e para muito mais!

Nos vemos na próxima, tchau!

 

inscreva-se

Deixe um comentário